domingo, 13 de abril de 2008

ATÉ AO FIM

Matraquilhos 1 Biscoitos 2

Minutos antes do início do jogo, MFC assistiu à derrota do C.Praia frente à C.Benfica. Se tínhamos vontade de vencer o jogo, este facto veio reforçar a ambição de levar de vencida a equipa do Biscoitos.

Cinco inicial constituído por Ricardo na baliza, Armindo ala esquerda, Nuno fixo, Emanuel ala direita, Ferreira pivot.
O jogo iniciou-se com as equipas a não pressionar muito, sendo que o Biscoitos deu a iniciativa aos matrecos que não se fizeram rogados e tentaram criar os desequilíbrios necessários para a obtenção do golo, mas o Biscoitos é um conjunto que se apresenta muito organizado no seu sector defensivo e tem no guarda-redes Nuno Cardoso uma referência muito difícil de transpor.

Conquanto os pupilos da Terra-Chã trocavam a bola a preceito e as movimentações de perigo iam surgindo, porém o nulo mantinha-se, ainda assistimos a redondinha embater na barra e o "golo e"...sentia-se na básica de Angra.
Por sua vez os lançamentos de baliza de Nuno Cardoso a procurar a sua maior referência, Tiago, colocava em sentido a defensiva dos matrecos, exemplarmente defendida por Ricardo.

Uma das maiores dificuldades sentidas por nós, no decorrer da primeira parte, foi o atingir das 5 faltas, que colocou em mente o temido livre de 10 metros.
Aproximava-se o intervalo quando surgiu um livre no meio campo adversário, sendo que os quatro pupilos de Paulo avançaram no terreno. Na reposição rápida da bola em jogo, Tiago, mortífero surgiu na frente de Ricardo e desfez o nulo no resultado.

0 - 1 ao intervalo.

Na segunda parte o jogo manteve-se com a mesma toada, Matraquilhos com Futsal mais pensado, enquanto que Biscoitos um jogo mais directo; a verdade é que não nos demos por vencidos e partimos atrás do almejado golo.

Golo este que surgiu quando Nuno de primeira, rematou um bola perdida junto à linha, que ressaltou num defensor e só acabou no fundo das redes. Igualdade no marcador e alegria para as matraquilhas.
MFC galvanizou-se e partiu em busca do golo que daria a ambicionada obtenção de três pontos. Novamente, constatamos a bola roçar a barra.

Como já referimos em oportunidades anteriores, em Futsal, a distância entre defender e atacar é muito curta. Viemos novamente a sentir este facto, quando num roubo de bola a meio campo, partimos com 3 jogadores para o ataque, uma perca de bola, veio a resultar no segundo do Biscoitos.

Em desvantagem, o "mister", não hesitou e alterou o esquema táctico para 2x2, sempre na ambição da busca de um resultado positivo.

Contudo, e pese embora a luta até ao último minuto, nada viria a alterar o resultado.

A visão geral que temos do jogo, é positiva, mesmo face a alguns insultos verificados no decorrer da partida, assim como algumas entradas mais ríspidas. Por sua vez, tivemos duas equipas dispostas a tudo para vencer, o que é agradável para quem assiste um espectáculo desta modalidade.

MA-TRA-QUI-LHOS!

3 comentários:

Anónimo disse...

E vou direitinha ao assunto�

Sou a favor de todo e qualquer desporto, tenho prefer�ncias desportivas, simpatizante de algumas modalidades e conscientemente adepta de poucas.
Acredito com toda a convic�o que �desporto � Vida�.
Defendo acima de tudo que um e qualquer desporto quando, devidamente �vestido�, merece toda a aten�o, acompanhamento, incentivo, divulga�o�em suma, dignidade.
Pois�
� deparei me, hoje, com a entrega de uma ta�a que deduzo bem entregue, para colocar e bem, no arm�rio dos trof�us mas que n�o se chegou a saber o porqu� ou de qu� e muito menos se percebeu por quem foi entregue �dono da ourivesaria? representante desportivo da AFAH? Enviado desportivo da AFAH?�( foi um prazer v�-lo e cumpriment�-lo, Sr� Jacinto da Boa Hora). Afinal tratava - se duma ta�a de qu� Seria assim t�o pouco!? Estou mesmo confusa, perplexa�
Somos capazes de bem melhor. Que falta de profissionalismo! Que falta de interesse! Que desastre!...

Continuando�
Presenciei um jogo que, pela 2�,3� ou mais vezes, orientado ou desorientado pela falta de rel�gio, falta de sinais sonoros, por acaso com mesa de apoio e algu�m l� sentado mas sem expositor�e por a� fora�
Tamb�m pensei e sei que, se vestir um bom equipamento e colocar um apito e apitar nunca serei um �rbitro�(para bom entendedor meia palavra basta).
Enfim�para quem de direito (provavelmente n�o vai ler, mais prov�vel n�o querer saber, at� porque o ordenado chegar� da mesma forma, no fim do m�s) e para n�s todos, apelemos e fa�amos pelo respeito, dignidade que estes eventos merecem e de modo algum, t�m tido, e d�em lhes um pouco mais de aten�o, de cor e luz pois os nossos atletas (todos) bem o merecem e n�s espectadores e apoiantes, notamos - lhe a falta.

E para terminar, refer�ncia ao sempre desejado, oportuno e bem executado golo de Nuno.
Um bem haja, a toda equipa �Matraquilhos�.
At� sempre Emanuel.

a n� 29

Anónimo disse...

Passado já algum tempo, acho que este elogio é bem merecido e vai para a Paula, porque na minha opinião desenvolve um trabalho que por vezes pode passar despercibido, mas sem dúvida dá um colorida e uma "vida" ao nosso blog, refiro-me às fotos que semanalmente orgulhosamente revejo os momentos do nosso clube em plena acção, sem dúvida também um trabalho que merece ser valorizado.

Continua, pois continuaresmos a matraquilhar os Matraquilhos.

Nuno Vieira

Celulite disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Celulite, I hope you enjoy. The address is http://eliminando-a-celulite.blogspot.com. A hug.