segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Matraquilhos vence Torneio de Abertura

Diário Insular | Desporto | Futsal | 22.DEZ.2014 | Foto MFC


O Matraquilhos FC conquistou o Torneio de Abertura da AFAH, em futsal, escalão de seniores masculinos, ao derrotar, sábado, na final, efetuada no pavilhão municipal de Angra do Heroísmo, o SC Barbarense, por 6-2. Zé Bertão (2), Laurindo (2), Fábio Raposo e Nelson Laranjo marcaram para os vencedores; ao passo que Zé João e Jardel concretizaram pelos vencidos. Por seu turno, a Academia dos Biscoitos garantiu o terceiro lugar, ao superar, também anteontem e no mesmo recinto, a Casa da Ribeira, por 3-2.

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

"Matraquilhos na final do Torneio Abertura"

Diário Insular | Desporto | Futsal | 19.DEZ.2014

Matraquilhos na final do Torneio Abertura




O Matraquilhos garantiu quarta-feira o apuramento para a final do Torneio de Abertura de Futsal, ao vencer, em duelo das meias-finais, na visita aoreduto da Casa da Ribeira, por 6-3. 

A decisão da prova acontece amanhã, às 20:30, no pavilhão municipal de Angra, na peleja entre Barbarense e Matraquilhos. Antes (18:00), no mesmo palco, Academia dos Biscoitos e Casa da Ribeira decidem o terceiro e quarto lugares.

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

"O exemplo do Matraquilhos FC"

Publicação de Miguel Sousa Azevedo no seu blog Porto das Pipas (http://portodaspipas.blogs.sapo.pt/) com a sua perspectiva sobre o Projecto Matraquilhos...para além do futsal:

SEXTA-FEIRA, 12 DE DEZEMBRO DE 2014

O exemplo do Matraquilhos FC

Foto Cronica 37DI DEZ14 - O exemplo do Matraquilho
A atividade desportiva encerra um conjunto de valências que, bem direccionadas, podem mudar e complementar a vida de uma criança, de um jovem, de um adulto, e até de um veterano motivado. Isso acontece se essa prática for levada a cabo de uma forma saudável e orientada. Está mais que provado...o corpo agradece e o cérebro rejubila.

Para que haja clubes e desporto praticado em condições, é imprescindível o papel dos dirigentes associativos. Cada um com a sua motivação e, certamente, cada qual com o seu nível de ambições e desejos. A esse respeito, tenho de destacar o grupo - ou mesmo a família - que vai orientando o Matraquilhos Futebol Clube, um jovem emblema de apenas oito anos, formado em plena amizade e que vai alicerçando sucessos na freguesia da Terra Chã. Ao longo das recentes épocas, temos assistido a um trabalho muito eficaz na orientação e apoio aos mais novos da localidade, fortalecendo um projeto muito interessante ao nível da coesão social, e mesmo na apresentação a uma diferente visão da vida. A tal visão que o desporto também permite.

Trata-se de um verdadeiro exemplo, a extravasar o mote da "alma sã em corpo são", e um trabalho que merece toda a nossa admiração. Revela um empenho notável e, para lá da integração de muitos jovens com um contexto social difícil, vai alcançando títulos e incute-lhes um mundo de valores.

Ora, essa vertente social, em que todos ajudam todos, e cujas tarefas se cumprem com um sorriso nos lábios, encontra-se igualmente plasmada nos cachecóis e t-shirts do clube, onde podemos ler "Para além do Futsal". Daí que sejam genuínos e fundamentados os seus apelos de crescimento, sustentados até na atual dimensão do grémio, mormente na melhoria das condições em que vive, trabalha e compete. Os equipamentos são lavados na garagem da mãe do presidente do clube, onde também se amontoam troféus e materiais. O presidente da junta de freguesia desdobra-se em disponibilidade. E isto na mesma terra em que "sobraram" relvados sintéticos e em que há espaços de pendor público sem utilização. Já não há muitos, mas ainda os há. E o mérito é sempre uma ferramenta tão boa para avaliar quem se movimenta com fulgor na sociedade...

No recente "derby" local, frente à também valorosa formação do Posto Santo - que os da Terra Chã venceram por um golo de vantagem -, não deixei de apreciar o "grito" da equipa, no final da partida. Primeiro em silêncio e cumplicidade, entre os elementos do grupo, e só despertando em pleno ruído junto à extensa falange de apoiantes. Uma claque que nunca se apaga, e que acredita na "sua" equipa. No que é bem acompanhada pela serenidade e seriedade do jovem treinador Nuno Vieira, que não me canso de elogiar pela postura e dedicação.

Em 2013, e durante as andanças da campanha eleitoral autárquica, estive em dezenas de reuniões, conhecendo e partilhando anseios e sucessos das forças vivas do concelho de Angra. Uma delas, na Terra Chã, deixou-me com a plena vontade de colaborar oficialmente com um clube de freguesia e um projeto enorme. Oxalá a sensibilidade não tenha sido apenas minha...é que há muito ainda para crescer com este Matraquilhos FC.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Festas Felizes

A Direcção do Matraquilhos vem por este meio desejar a todos um Bom Natal.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

"Matraquilhos vence clássico" | "Alma matraquilhense salva ao cair do pano"

Diário Insular | Desporto | Futsal | 8.DEZ.2014

POSTO SANTO ESTEVE A GANHAR POR 3-1 MAS CEDEU NA PONTA FINAL


Alma matraquilhense 
salva ao cair do pano


 EMPOLGANTE. Matraquilhos e Posto Santo deram espetáculo na Tomás de Borba


Espetáculo eletrizante em São Carlos, entre Matraquilhos e Posto Santo. Laurindo e Patareco brilharam, em duelo de emoções.
MATEUS ROCHA |di




Memorável jornada de futsal, no passado sábado, entre Matraquilhos e Posto Santo, no pavilhão do complexo desportivo da escola Tomás de Borba, em peleja válida para o Campeonato Nacional da Segunda Divisão - Série "E" da popular modalidade.

É justo reconhecer que as equipas foram dignas uma da outra, lutaram pela vitória até à exaustão e entregaram-se à luta, de uma forma viril mas leal, como se não houvesse amanhã.

O público, que encheu as bancadas, assistiu a um encontro emotivo, intenso e com incerteza no marcador.

Aqui e ali, porém, fruto do coração colocado na disputa de cada lance, faltou alguma serenidade e critério, sobretudo nas transições ofensivas. Por outro lado, num ou noutro lance, a velocidade foi inimiga da perfeição. Nada, contudo, que coloque em causa a excelência do espetáculo e a determinação dos intervenientes.

Patareco espalhou classe e Laurindo foi o rosto da reviravolta (que golão o 2-3). Ambos bisaram e foram preponderantes nas estratégias de Posto Santo e Matraquilhos, respetivamente. A equipa de Duarte Melo abriu cedo o ativo, permitiu o empate, mas recolou-se em vantagem em cima do intervalo.

Na etapa complementar, os visitantes elevaram para 3-1 e a expulsão de Zé (acumulação de amarelos) deixou os subordinados de Nuno Vieira em situação delicada. Acontece que o Matraquilhos soube resistir às adversidades e, denotando uma alma sem limites, consumou a cambalhota no resultado a dois minutos do apito final.
 
O Posto Santo, penúltimo da tabela, ainda tentou pelo menos não perder (sempre com Patareco em evidência), só que o Matraquilhos, que subiu ao sexto lugar, teve a arte e o engenho suficientes para gerir as emoções e assegurar três importantes pontos.

A dupla de arbitragem, constituída por Bartolomeu Franco e Bruno Araújo, que viajou desde Viana do Castelo, efetuou trabalho globalmente positivo.

RESULTADOS 
A nona ronda do Campeonato Nacional da Segunda Divisão de Futsal Masculino - Série "E" apresentou os seguintes resultados:

Portela 3 - Os Vinhais 2
Unidos Leceia 2 - Tires Futsal 5
UP Venda Nova 1 - AMSAC 1
Matraquilhos 4 - Posto Santo 3
Sassoeiros 3 - Atlético 2.

Concluída a primeira volta da primeira fase, o quadro da classificação geral está assim estabelecido (todas as equipas com nove jogos efetuados):

1.º Portela 24 pontos
2.º AMSAC 18
3.º Os Vinhais 18
4.º Tires Futsal 18
5.º UP Venda Nova 15
6.º Matraquilhos 12 (4V0E5D, 23-33 em golos)
7.º Atlético 11
8.º Sassoeiros 10
9.º Posto Santo 3 (1V0E8D, 24-46 em golos)
10.º Unidos Leceia 0.

A 10.ª rodada acontece sábado, dia 13 de dezembro, mediante o ramalhete que aqui deixamos:
Atlético - Portela
AMSAC - Matraquilhos (16:30, pavilhão da Escola EB 2,3 General Humberto Delgado)
Tires Futsal - UP Venda Nova
Unidos Leceia - Posto Santo (adiado para domingo, dia 14, às 15:00, pavilhão da Escola Secundária Aquilino Ribeiro)
Sassoeiros - Os Vinhais.

2.ª DIVISÃO - 9.ª JORNADA
Complexo Desportivo Tomás de Borba
Árbitros: Bartolomeu Franco e Bruno Araújo (AF Viana do Castelo).
Cronometrista: Rui Martins (AF Angra do Heroísmo).

Ao intervalo:
1-2

Matraquilhos 4
Cardoso (cap.)
Dárcio
Laurindo
Carlos Rui
Tiago Poim

SUPLENTES
Diego, Duarte, Zé, Fábio Raposo, Ricardo Martins, Laranjo, Libânio Silva, Leite e Paulo Ourique.

TREINADOR
Nuno Vieira.

Posto Santo 3
Rui Godinho (cap.)
Nelson Silva
Juca
Godinho
Patareco

SUPLENTES
Márcio Mendes, Tozé, Dimas Cardoso, Toni, Filipe e Mário Mendes.

TREINADOR
Duarte Melo.

Disciplina: cartão amarelo para Zé (15 e 31m); Toni (10m), Patareco (14m), Nelson Silva (28m) e Godinho (34m). Cartão vermelho (acumulação de amarelos) para Zé (31m).

Marcadores: Laurindo (14 e 29m), Tiago Poim (34m), Carlos Rui (38m); Patareco (1 e 19m) e Juca (29m).